segunda-feira, 22 de julho de 2013

É necessário que ele cresça e eu dimunua (Jo 3,30)

Postado por  em jun 12, 2013 em Destaques, Diocese, Notícias

Banner_dom 2013

Será celebrada uma Missa pelo  ano de falecimento de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini na Catedral de Guarulhos no dia 13/06 às 12h. Participe e venha rezar conosco.


É necessário que Ele cresça e eu diminua (Jo 3,30)
Há um ano da partida ao céu de nosso segundo bispo diocesano, Dom Luiz Gonzaga Bergonzini (13/06/2012), convém elevar ao Senhor nosso preito de gratidão por nos ter enviado um pastor segundo o seu coração.
“Ministro de Deus na Igreja de Jesus Cristo para a salvação dos homens” – eis seu lema sacerdotal, que Dom Luiz tanto soube honrar no exercício de seu ministério como padre, em São João da Boa Vista, por quase 37 anos. Escolhido sucessor dos Apóstolos, como bispo de Guarulhos, dedicou-se plenamente ao crescimento da porção do rebanho de Cristo que lhe foi confiada, expressando por meio de um devotado e fecundo serviço a espiritualidade sugerida pelo lema de seu ministério episcopal: Oportet illum crescere (É necessário que ele cresça – Jo 3,30). É o testemunho do profeta João Batista diante de Cristo.
Foram quase vinte anos (1992-2012) dedicados inteiramente à Igreja de Guarulhos, durante os quais expressou seu amor sincero por Cristo, que transbordou em bens espirituais e obras apostólicas para o crescimento dos fiéis. Sempre priorizou a evangelização como missão essencial da Igreja. Sua fé simples e sua piedade confiante davam-lhe o suporte para as inúmeras renúncias pessoais e incomensuráveis sofrimentos que lhe afligiram o corpo durante tanto tempo, ao que reagia com exemplar serenidade e confiança no Senhor.
Os incontáveis frutos de sua dedicação são hoje colhidos por todos nós, alguns dos quais muito visíveis, como a construção do Seminário Diocesano Imaculada Conceição, a obra das vocações sacerdotais e a formação de várias paróquias novas; outros, não tão visíveis, mas igualmente importantes para o crescimento da Igreja e a expansão do Evangelho.
Rezemos, pois, pelo descanso eterno de D. Luiz; que se cumpra para ele a promessa bíblica: “E, quando aparecer o supremo Pastor, recebereis a coroa imperecível de glória.” (1Pd 5,4)
Sejamos gratos ao Senhor por nos ter chamado à comunhão da Igreja, povo de Deus reunido na unidade da Trindade Santa, casa da Palavra, casa do Pão repartido, casa da Caridade. Animados por nossos pastores, vivendo a fé e a caridade, possamos alcançar o objetivo de nossa esperança: a nossa salvação.
Padre Antonio Bosco da Silva
Vigário Geral
Fonte: Diocese de Guarulhos
Postado por J.Biagini