sábado, 19 de maio de 2012

A Igreja tem papel essencial em universidades, diz Papa

papa no brasil Redação A12 com ACI/Digital

Ao reunir-se na última segunda-feira (7) em audiência com os Bispos dos Estados Unidos, que estão em Roma em Visita Ad Limina, o Papa Bento XVI exortou às instituições católicas a ajudar com o magistério da Igreja a superar a atual crise que vivem algumas universidades.

No seu discurso, o Santo Padre indicou que o reconhecimento da fé, da unidade essencial de conhecimento, cria uma fortaleza contra a alienação e a fragmentação que se verifica quando o uso da razão fica de lado na busca da verdade, e neste sentido, as instituições católicas têm o papel especial de ajudar a superar a crise atual das universidades.

“Todo intelectual cristão e toda instituição educativa católica devem estar convencidos e desejosos de convencer a outros de que nenhum aspecto da realidade permanece alheio ou não afetado pelo mistério da redenção do Senhor”, adicionou.

Bento XVI chamou os bispos a reforçar a formação dos corações dos norte-americanos, e assinalou que o desafio mais urgente que devem enfrentar as comunidades católicas no seu país é formar uma sólida educação de fé na juventude.

“A tarefa essencial de uma autêntica educação a todos os níveis é a transmissão do conhecimento, mas também formar os corações”, indicou.

O Santo Padre assinalou que muitas vezes, parece que as escolas católicas e os colégios falharam em exortar aos estudantes a apropriar-se de sua própria fé como parte de seu próprio crescimento intelectual. E está comprovado que muitos estudantes estão ligados à família, à escola e à comunidade, que antes facilitava a transmissão da fé.

"Portanto, se pede às instituições católicas que criem uma rede de apoio ainda maior”.

Bento XVI afirmou que os estudantes devem ser alentados a desenvolver uma visão de harmonia entre fé e razão que possa guiar a vida. É essencial o papel desenvolvido pelos professores que inspiram a outros com seu amor evidente a Cristo.

“Existe a necessidade constante de equilibrar o rigor intelectual em comunicar a riqueza da fé da Igreja através da formação dos jovens no amor de Deus, a prática da moral cristã, a vida sacramental e a oração pessoal e litúrgica”.

O Papa adicionou que a questão da identidade católica, mais além do âmbito universitário, requer muito mais do que o ensino da religião ou a simples presença de uma Pastoral nos campus.

Bento XVI sublinhou que o maior desafio intelectual e cultural da sociedade norte-americana é a Nova Evangelização e a formação na fé das próximas gerações.


Da ACI/Digital
Foto: Imprensa/Santuário Nacional

Nenhum comentário: