domingo, 13 de maio de 2012

“Com Bento XVI, apóstolos de Fátima”



“Com Deus presente, a esperança da humanidade é possível”
Na sua reflexão mensal sobre a actualidade da Igreja e do mundo, publicada no jornal “Voz da Fátima” com o título “Com Bento XVI, apóstolos de Fátima”, o Reitor deste santuário, a propósito da viagem apostólica de Bento XVI a Portugal no próximo mês de Maio, sublinha que a peregrinação do Papa à Cova da Iria “é o sinal maior de que Fátima tem uma mensagem para o séc. XXI e de que, com Deus presente, a esperança da humanidade é possível”.

A peregrinação de Maio reaviva, considera o Padre Virgílio Antunes, a “realidade de uma mensagem de alcance universal” e a sua actualidade.

“A partir da mensagem de Fátima, a Igreja e o Mundo encontraram fortes motivos de esperança: trabalhou-se pela paz; manteve-se viva a fé cristã; o nome de Deus não foi definitivamente aniquilado; a guerra nuclear não teve as proporções que se temiam; os blocos políticos e opostos desfizeram-se; os regimes materialistas e ateus caíram; o martírio dos crentes não fez perder a força da fé”, escreve no editorial do órgão oficial do Santuário de Fátima, onde sublinha também a grande expansão da mensagem de Fátima no mundo.

“A mensagem de Fátima começa a revelar a sua actualidade e a sua universalidade, mesmo para o século XXI. As multidões continuam a afluir de todas as partes do mundo, de tal modo que no ano de 2009 passaram por Fátima peregrinos de 144 países. São milhares os lugares de culto, escolas, ruas, instituições que adoptaram este nome por o considerarem altamente significativo para a actualidade. São inúmeros os grupos de pessoas que, nos cinco Continentes, se reúnem em sintonia com as palavras de Nossa Senhora aos três Pastorinhos e delas fazem as razões da sua confiança”, escreveu.

Por isso, considera o Reitor, “a palavra de Nossa Senhora aos Pastorinhos tem ainda campo aberto para a sua realização: ‘o meu Imaculado Coração será o caminho que te conduzirá até Deus’. A mensagem de Fátima proclamará a centralidade de Deus e a esperança de salvação que animará o nosso tempo e o nosso século. Será dessa forma um pólo de graça e de misericórdia a auxiliar a Igreja no anúncio da Verdade e na realização da sua missão. Esta é uma mensagem para todos os tempos, mas particularmente para o que vivemos”.
 
Leopoldina Simões, Sala de Imprensa do Santuário de Fátima - 2010-04-14

Nenhum comentário: