quarta-feira, 4 de abril de 2012

Papa: "Façam de Cristo seu melhor amigo!"



Cidade do Vaticano (RV) - O Papa recebeu esta manhã, no Vaticano, um grupo de cinco mil jovens da Arquidiocese de Madri, liderados por seu arcebispo, Cardeal Antonio María Rouco Varela, e vários outros bispos.

A peregrinação foi organizada para agradecer ao Papa por sua viagem à Espanha para a Jornada Mundial da Juventude, celebrada no último mês de agosto.

Bento XVI saudou autoridades, organizadores, patrocinadores e voluntários, e de modo mais especial, os jovens, protagonistas e principais destinatários da iniciativa instituída pelo Beato João Paulo II, de quem nesta segunda-feira se recorda o 7º aniversário de falecimento.

A experiência da 26ª JMJ de Madri ficará sempre no coração do Pontífice: “Foram dias inesquecíveis” – assegurou.

Aquele esplêndido encontro só pode ser entendido à luz da presença do Espírito Santo na Igreja, que infunde alento em nossos corações para dar testemunho das maravilhas de Deus” – completou Bento XVI.

O Papa animou os jovens dizendo-lhes que Cristo precisa deles a seu lado para ampliar e edificar seu Reino de caridade. E isso só será possível se eles o tiverem como melhor amigo e praticarem a vida segundo o Evangelho, com valentia e fidelidade.

Cada um tem a sua vocação pessoal, proposta para a santidade, que pode transformar num ‘lar acolhedor’ para todos, onde Deus é glorificado e seus filhos abençoados”. Após explicar este conceito, o Papa exortou a juventude a ser missionária de Cristo em meio a seus familiares, amigos e conhecidos, nos lugares de estudo e de trabalho, entre os pobres e os enfermos: “Falem de seu amor e bondade com simplicidade, sem complexos ou temores” – disse.

Outro ponto ressaltado pelo Papa foi o ‘diálogo’ com Deus: “Contem-lhe seus anseios e aspirações, falem de suas preocupações e das pessoas carentes de consolo e de esperança” – convidou, evocando os dias de Madri, quando os jovens não pouparam esforços para que os que os rodeavam descobrissem e encontrassem pessoalmente Deus.

Enfim, Bento XVI recordou a Semana Santa e a Paixão de Jesus, animando os jovens a carregar também a sua Cruz e a dor de todos os pecados do mundo, para que entendam melhor o amor de Cristo pela humanidade. “Assim vocês se sentirão chamados a proclamar que Deus ama os homens e lhes enviou seu Filho para que alcancemos uma vida plena e com sentido”.

“Queridos amigos – concluiu Bento XVI – estou certo de que vocês já estão pensando em ir ao Rio de Janeiro, onde muitos jovens do mundo inteiro se voltarão a se encontrar, num evento que será certamente um alicerce a mais no caminho da Igreja, sempre jovem, que quer ampliar o horizonte das novas gerações com o tesouro do Evangelho, força de vida para o mundo”.

Que a celebração da JMJ no Brasil seja uma nova e feliz experiência de Cristo ressuscitado, que conduz toda a humanidade à luminosidade da vida” – encerrou o Santo Padre.
(CM)

Nenhum comentário: