quinta-feira, 8 de março de 2012

O demônio fechou o quadrado: Dilma Rousseff, PT, Eleonora Menicucci e Edir Macedo

Cruz de São Bento
Otimismo. Não queríamos chegar a esse ponto, pois esperávamos que as pessoas refletissem e tivessem o bom senso recobrado. Mas, infelizmente, isso não aconteceu! Pensando bem, foi otimismo demais de nossa parte, pois, há mais de 20 anos,  o PT está tentando liberar o aborto no Brasil, com vários projetos de lei, a começar pelo famoso 1135/91 na Câmara Federal e no Senado em 2011, e não pode desistir desse compromisso assumido com os abortistas. 

Propostas macabras. O aborto, a liberação do uso de drogas, a propagação da ideologia homossexual, a eutanásia, e outras propostas macabras que estão querendo impor às pessoas, são obras demoníacas e só causam o mal para o ser humano,  antes de nascer, em vida ou na velhice. Perguntamos:   Por quê  o bebê  deve ser morto antes de nascer e sua mãe transformada em assassina?  Por quê liberar o vício devastador das drogas, que causa sofrimento para a pessoa e acaba  conduzindo-a para a prática de crimes contra a família e a sociedade?  Se não for morta antes de nascer e,  se conseguir sobreviver às drogas, esses grupos pregam o assassinato das pessoas idosas, com a eutanásia ou ortotanásia. Esses grupos propõem assassinatos e sofrimento para as pessoas, famílias, parentes, amigos e para a sociedade. O mal nunca produz o bem.  

Eleições de 2010. Há muito tempo vimos combatendo o aborto, o que pode ser verificado em nosso blog, na aba PT e Eleições, que inclui recomendações desde 2006. Em 2010, parte da imprensa quis nos vincular à campanha eleitoral do PSDB ou ao candidato José Serra. Como todos sabem, a tentativa de vinculação de nosso nome a qualquer partido ou candidato fracassou. A nossa campanha em defesa da vida não teve, não tem e não terá  nenhuma ligação com partidos ou candidatos, como ficou provado na ação criminal movida pela candidata Dilma Rousseff e sua coligação, no TSE. Provamos que mentiras foram usadas para apreender o documento da Igreja Católica, denominado "Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras".  O Ministério Público Federal afirmou que não existiu crime e esclareceu que 
"Aliás, é natural e saudável que temas como esse sejam debatidos durante o período eleitoral, pois isso permite que os candidatos se posicionem, assumam compromissos, esclareçam suas ideias e pactuem com seus eleitores os termos de sua ação política. Em uma sociedade verdadeiramente democrática e plural, o período eleitoral deveria ser justamente o ápice desse tipo de discussão”. (aqui)   O Tribunal Superior Eleitoral determinou a devolução do material, apelidados maldosamente de "panfletos". (aqui)

Partidos e ONGs. "Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância."(Jo 10,10).  Afirmei, várias vezes, que o estatuto de meu partido é o Evangelho e o candidato único Jesus Cristo. Dediquei a minha vida, desde os 10,5 anos de idade a Jesus Cristo. Meu lema episcopal é "Oportet Illum Crescere", traduzido "É necessário que Ele(Jesus) Cresça".  Alguns partidos políticos, ONGs e pessoas, que se autocaracterizam de esquerda, fazem qualquer coisa para atingir seus objetivos macabros. À falta de argumentos sólidos, atacam a Igreja Católica, por ser a defensora da vida.  Consideram-se acima da ética e da moral.  Adotam o método "os fins justificam os meios".  Hitler e Stalin  mataram milhões de pessoas (meios) para criar uma raça pura ou hegemônica ou justificar uma revolução (fins).  Nosso trabalho, em defesa da vida, é contínuo, antes, durante e depois das eleições. Não temos nenhuma vinculação com partidos políticos ou candidatos. Aquelas pessoas, ONGs e partidos defensores dessas propostas macabras devem assumir a responsabilidade por seus atos.

Abortistas. Antes e durante as eleições de 2010, identificamos pessoas e grupos posicionados a favor do aborto, em especial: o PT, há mais de 20 anos;  a candidata Dilma Rousseff e o  dono da Igreja Universal, Edir Macedo, que até  publicou vídeos. A presidente Dilma, coincidentemente, nomeou o sobrinho de Edir Macedo, o senador Marcelo Crivella, para o Ministério da Pesca. Os analistas políticos dizem que seria uma intervenção política, para reforçar a campanha do PT nas eleições da cidade de São Paulo. Nós interpretamos de outra forma: é o final da montagem da operação para aprovar o aborto.

Conferência das Mulheres. Algumas pessoas pensavam que a campanha a favor do aborto havia terminado, porque a presidente se dissera contra. Mas, em março de 2011, a presidente Dilma Rousseff convocou e financiou com dinheiro do povo a Conferência de Políticas para as Mulheres, realizado nos dias 15 a 18 de dezembro de 2011. Nessa Conferência, foi aprovada uma resolução específica para liberar o aborto, a de n. 58:

"58. Revisão da legislação punitiva do aborto no Brasil, assegurando a descriminalização e a legalização do aborto e o atendimento humanizado na Rede de Saúde Pública do SUS, para que seja garantida a autonomia da mulher e que nenhuma mulher seja punida, maltratada ou humilhada por ter feito um aborto e não corra o risco de morrer."

TJ-SP - Audiência Pública. No dia 24 de fevereiro, foi realizada uma audiência pública no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, sobre a reforma do Código Penal, conduzida por uma Comissão do Senado Federal. Os relatos sobre essa audiência são os piores possíveis: 1) o aborto foi o principal e único assunto; 2) não houve um critério ético na seleção dos palestrantes, mas um critério discriminatório, pois permitiram a inscrição de 50 favoráveis ao aborto e somente 5 contrários; 3) o propósito dessa Comissão é aprovar a liberação do aborto, mesmo que viole a Constituição Federal e o Pacto Internacional de São José da Costa Rica.

Eleonora Menicucci, a "avó do aborto". Os atos praticados pelas pessoas têm significados, que podem dizer o contrário do que elas falam. O PT e a presidente Dilma Rousseff  sempre vão dizer que são contra o aborto. Porém, o ato da nomeação da ministra Eleonora Menicucci tem o significado contrário ao que dizem. Ela é uma antiga defensora do aborto, disse que já matou crianças que estavam em seu útero e fez curso para praticar abortos em outras mulheres. Com a nomeação dessa pessoa,  o ato da presidente Dilma Rousseff  indicou aos parlamentares a sua posição favorável à liberação do aborto. Se o recado a ser dado fosse a favor da vida e contra a liberação do aborto,  ela teria nomeado uma mulher a favor da vida e totalmente contrária à liberação do aborto.

Edir Macedo. É notório que o senhor Edir Macedo, dono da Igreja Universal do Reino de Deus, é a favor do aborto. Há declarações, vídeos na Internet e escritos dele com esse posicionamento. Em interpretação teológica absurda, ele tenta usar a Bíblia para justificar sua posição. Onde entra o senhor Edir Macedo nessa conjunção macabra ? A presidente Dilma Rousseff já contava com o PT, seu partido, alguns partidos comunistas e com os abortistas financiados por bilionários americanos, para aprovar a liberação do aborto. Faltava mostrar que também tem o apoio de uma igreja, para dizer ao povo que até igrejas apóiam essa insanidade do aborto.  E, o senhor Edir Macedo, dono da Igreja Universal do Reino de Deus,  seria o indicador do apoio de uma igreja evangélica para a liberação do aborto.

Quadrado. Em 2010, o deputado estadual Adriano Diogo, foi escalado pelo PT para vir a Guarulhos nos acusar de criminoso, por meio  de jornal local. Disse ele que havia uma demonização do assunto aborto. Somos obrigados a concordar com ele.  Somente o demônio poderia conduzir um processo tão insidioso, para matar ou fazer as pessoas sofrerem.  No caso do aborto, a presidente Dilma Rousseff representa o executivo,  o PT  representa o legislativo,  Eleonora Menicucci representa as feministas e abortistas e o sobrinho de Edir Macedo representaria uma igreja  evangélica.

Mulher e Povo. A mulher é o símbolo da vida humana. Recebeu de Deus  a sagrada dádiva de gerar a vida. O aborto é a cultura da morte.  82% dos brasileiros são contra a liberação do aborto.  Os abortistas e juristas não representam o povo brasileiro.


Vida e morte. O demônio fechou o quadrado para tentar aprovar o aborto.  Mas estamos preparados, com Jesus Cristo,  para impedir esse genocídio e discriminação contra os filhos de mulheres pobres ou negras.  Há muito, o Senhor da Vida já nos ensinou: “...ponho diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas com a tua posteridade.” (Dt. 30,19).  



Dom Luiz Gonzaga Bergonzini
Bispo Emérito de Guarulhos
    Jornalista MTb 123
www.domluizbergonzini.com.br

2 comentários:

luiz camacho disse...

DOM LUIZ ,

PRECISAMOS DE MISSAS PARA COMBTAER TANTA COISA RUIM !

MISSAS PARA O FIM DE ERROS EM PROTESTANTES , MAÇONS , ATEUS , ESPIRITAS ....

Alan disse...

Realmente nosso país esta caminhando para o abismo,estão colocando todas leis diabólicas,eles estão fazendo direitinho as lições que o demônio lhes ensina, Mas tem Deus que é maior de todos e tenho fé em Deus que esta obra maligna não irás até o fim!
Vamos nos unir e rezar muito pelos os inocentes que tem direito a vida, pregaremos nosso joelhos no chão em defesa da vida.
São Miguel Arcanjo e nossa Mãe Maria Santíssima ah de nos ajudar contra este mal!