sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Nossa Senhora do Carmo de Maipu - Padroeira do Chile

Nossa Senhora do Carmo de Maipu - Padroeira do Chile
Liturgia: 16 de julho

No dia 16 de junho de 1251, a Virgem do Carmo aparece a São Simão Stock e entrega-lhe o Escapulário com muitas promessas. A Ordem do Carmo, na ocasião lutando com dificuldades, começa a viver uma renovação extraordinária. A partir dali os Carmelitas se expandem pelo mundo todo, principalmente Portugal e Espanha. Com facilidade encontram terreno fértil em toda a América Latina, e de modo especial no Chile.

As raízes da devoção mariana começam no início da evangelização da América Latina.

Até hoje podemos ver no convento de São Francisco de Assis, em Santiago, a primeira imagem de Nossa Senhora do Carmo, trazida pelo primeiro conquistador espanhol que veio ao Chile (D. Pedro de Valdívia). 

As primeiras manifestações da devoção a Nossa Senhora do Carmo datam do século XVI, com a construção da Igreja "La Tirana", mais ao norte do país. Ainda hoje lá acontece a manifestação religiosa popular do país: os bailes religiosos. A primeira Confraria do Carmo foi fundada, na Igreja dos Agostinianos, em 1643.

Vários acontecimentos históricos envolvem a participação benigna da Virgem do Carmo: nas lutas pela independência, ela foi proclamada Patrona e Generala do exército andino. Em seu santuário nacional, na cidade de Maipu, estão sepultados os soldados que lutaram pela pátria. Na bandeira do Chile foi colocada uma estrela branca no céu azul simbolizando a Virgem do Carmo, Patrona do Exército.

A Cruz de Maipu, símbolo da religiosidade e da luta do povo chileno, é ostentada em todas as dioceses do país, trazendo sobre as cores vermelho e azul, a estrela branca de Maria. Em cada lar daquele país são encontradas as mais diversas formas de representação da "Carmelita", como é carinhosamente conhecida no Chile.


Tudo parecia indicar que tinham sido vãs as tentativas de emancipação, empreendida por patriotas do Chile, quando em 05 de janeiro de 1817 o exército dos Andes principiava a atravessar a cordilheira. As forças militares tinham como "general"  das tropas libertadoras a Virgem do Carmo. Depois de atravessar a barreira de montanhas em vésperas do combate, os combatentes pediram o auxílio da Imagem Sagrada. 

Um ano mais tarde, em Maipu, houve uma batalha final que esteve a cargo do supremo diretor O'Higgins.  Os combatentes se reuniram na Catedral, renovando o juramento de ter por Padroeira a  VIRGEM DO CARMO. Prometeram que, caso se consolidasse a vitória, construir-lhe-iam um templo no mesmo campo de batalha. E assim foi feito em muitos anos, sendo consagrado apenas em 05 de abril de 1892. Nossa Senhora do Carmo de Maipu foi coroada solenemente como Padroeira do Chile, em 1923.


Chile: Santuário Nacional

Nenhum comentário: