segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Dom Keller, o CyberBispo

 Por A Catequista em 23/01/2012
teclado
Em destaque, o brasão episcopal de Dom Antonio Carlos Rossi Keller.
Em meio ao recente twitaço em defesa do Papa Bento XVI contra as calúnias do Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), chamou a atenção de muitos participantes a atuação vigorosa de Dom Keller, bispo da diocese de Frederico Westphalen-RS. Talvez esta impressão seja equivocada, mas, pelo visto, ele foi o único bispo a colaborar com a divulgação da hashtag #RetrateseDepJeanWyllys.
Esses foram alguns de seus twits:
dom_keller_twitaco
Essa não é a primeira vez que os católicos contam com a sua companhia entusiasmada – e entusiasmante – em mobilizações religiosas no microblog: em dezembro do ano passado, Dom Keller também deu a maior força ao protesto contra o ataque da TV Record à Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no Rio de Janeiro em 2013.
A presença de sucessores dos Apóstolos na web não é nenhuma novidade; entretanto, alguns fatores tornam a figura de Dom Keller especialmente interessante. No Twitter, por exemplo, a maioria dos bispos parece que está ali só para constar… O perfil de alguns é certamente administrado por algum assessor (isso não é uma crítica, é obvio que nenhum deles tem a obrigação de se dedicar pessoalmente a isso). Dom Keller, por sua vez, diferencia-se por interagir frequentemente com aqueles que se dirigem a ele na rede social e por dizer coisas que muitos pastores não têm coragem de dizer publicamente.
domkeller_cnbb
Dom Keller também alimenta um blog e possui dois perfis no Facebook (para driblar o limite máximo de amigos). Segundo ele “A internet é um trabalho de presença, de estar junto para que as pessoas tenham alguém que as escute e com quem possam desabafar” (1). Desta forma, procura atender com solicitude ao convite que Bento XVI fez aos sacerdotes em 2010:
“…o mundo digital abre perspectivas e concretizações notáveis ao incitamento paulino: ‘Ai de mim se não anunciar o Evangelho!’ (1 Cor 9,16).
(…)
“Ora, aos presbíteros é pedida a capacidade de estarem presentes no mundo digital em constante fidelidade à mensagem evangélica (…), e anunciar o Evangelho recorrendo não só aos media tradicionais, mas também ao contributo da nova geração de audiovisuais (fotografia, vídeo, animações, blogues, páginas internet) que representam ocasiões inéditas de diálogo e meios úteis inclusive para a evangelização e a catequese.” (2)
QUEM É DOM KELLER?
dom_keller_fotoFrederico Westphalen é uma pequena Diocese do Rio Grande do Sul, que fica próxima à divisa com o estado de Santa Catarina. Dom Antonio Carlos Rossi Keller, nascido em São Paulo, foi nomeado bispo desta localidade em 2008, pelo Papa Bento XVI.
É importante ressaltar que, apesar da brincadeira que fizemos no título, ele é muito mais do que um CyberBispo. O seu apostolado virtual é simplesmente a extensão de uma relevante vida episcopal no mundo real. Sua fama é de pastor zeloso com o rebanho de Cristo, que busca sempre estar em comunhão com o Papa.
Eis um exemplo, que deveria ser seguido pelos bispos de todo o Brasil: há cerca de um mês, Dom Keller divulgou uma “Notificação a respeito da recepção da Sagrada Eucaristia”, onde informa sobre a instalação de um genuflexório para a Comunhão de joelhos na Catedral de Frederico Westphalen. Eis um trecho do documento:
“…o Bispo Diocesano distribuirá sempre que possível, a Sagrada Comunhão para pessoas ajoelhadas em genuflexório, colocado no corredor central da Catedral. Os demais sacerdotes e Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística continuarão a distribuir a Comunhão nos outros locais, para as pessoas que costumam comungar nas demais formas.” (3)
Dom Keller pede ainda que os padres de sua Diocese façam o mesmo em suas paróquias. O objetivo é fazer valer o direito dos fiéis e estar em sintonia com o desejo do Papa de “fortalecer uma visão de sacralidade que a Sagrada Eucaristia deve sempre ter na vida do cristão”.
Dá pra notar que Dom Keller assume por vezes uma postura bastante informal e bem-humorada na internet, sem nunca deixar de levar a Tradição muito a sério. E é por isso que destacamos aqui o seu trabalho de evangelização: a sua rica presença virtual anima os demais fihos da Igreja a perseverar na luta pela glorificação de Cristo em todos os lugares, inclusive na web.
#TamoJunto
Notas:
(1) Site da CNBB Sul 3. A Igreja na era dos iPadres.  22.01.2012
(3) Blog Encontro com o Bispo. Notificação a respeito da recepção da Sagrada Eucaristia. 22.12.2011
Fonte: O Catequista

Nenhum comentário: