terça-feira, 30 de agosto de 2011

Papa indica o segredo para se realizar


Palavras ao rezar o Angelus com os peregrinos

Bento XVI indicou neste domingo, ao rezar o Angelus com os peregrinos em Castel Gandolfo, o “segredo” para se realizar na vida: “perder a si mesmo” no seguimento de Cristo crucificado, para “encontrar a si mesmo na doação pessoal”.

Comentando o evangelho dominical, o Papa destacou que “quando a realização da própria vida está voltada exclusivamente para o êxito social, o bem-estar físico e econômico, já não se pensa segundo a vontade de Deus, mas segundo os homens”.

Pensar segundo o mundo é deixar Deus à parte, não aceitar seu desígnio de amor, é quase impedi-lo de cumprir sua sábia vontade”, disse.

Citando o primeiro volume de seu livro “Jesus de Nazaré”, o Papa explicou que O Senhor ensina que “o caminho dos discípulos é segui-Lo, o Crucificado. Mas nos três Evangelhos, este segui-lo no sinal da cruz... como o caminho do ‘perder-se’, que é necessário para o homem e sem o qual é impossível encontrar a si mesmo”.

O Papa atualizou este ensinamento para os batizados de hoje: “Como aos discípulos, também a nós Jesus dirige o convite: ‘Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me’”.

O cristão segue o Senhor “quando aceita com amor a própria cruz – embora aos olhos do mundo isso aparece como um fracasso e uma ‘perda da vida’ –, sabendo que não a leva sozinho, mas com Jesus, partilhando seu mesmo caminho de doação”.

Colaboração Luiz Turatti

Nenhum comentário: