quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Papa Bento XVI já está em Espanha

O avião da companhia Alitalia aterrou à hora prevista: 12:00 em Madrid (menos uma em Portugal continental). O Papa Bento XVI chegou ao aeroporto de Barajas, onde era esperado pelo presidente do Governo, pelos reis, por membros do Governo e pela presidente da comunidade de Madrid, Esperanza Aguirre.

O propósito desta viagem é a participação nas Jornadas Mundiais da Juventude, que têm lugar na capital espanhola. Uma visita polémica, nomeadamente pelos gastos envolvidos em tempos de crise, que chegou a motivar  fortes protestos na última noite. A comunidade laica desferiu duras críticas ao Governo.

Primeira mensagem
Os jovens devem permanecer «firmes na fé» para responder a desafios como a «superficialidade, o consumismo e o hedonismo imperantes» com que se deparam no mundo atual, afirmou.

«Tanta banalidade no momento de viver a sexualidade, tanta falta de solidariedade, tanta corrupção», afirmou, nas suas primeiras palavras em Espanha.

Bento XVI deixou mensagens de saudação aos jovens presentes em Barajas, e às centenas de milhares que acorreram a Madrid, uma cidade «hospitaleira e de portas abertas» onde se «encontrarão com a fé», manifestando «a firmeza da sua fé».

Depois de agradecer aos reis, às autoridades e aos peregrinos, Bento XVI referiu-se especialmente à situação que vivem os cristãos em várias partes do mundo, onde são alvos de discriminação e ataques pela sua fé.

Por isso, insistiu, os católicos devem manifestar «firmeza na sua fé, partilhando-a com outros» já que «não estão sós e não devem ter vergonha».

«Não poucos jovens, por causa da sua fé em Cristo, sofrem em si próprios a discriminação», afirmou.

Bento XVI saudou depois as restantes individualidades civis e religiosas presentes, antes de entrar no papamóvel a caminho de Madrid.

Visita termina no domingo

Depois das cerimónias protocolares, o primeiro contacto com os jovens realiza-se já ao início da noite desta quinta-feira, primeiro na Puerta de Alcalá e finalmente na praça Cibeles, onde o Papa proferirá um discurso de boas-vindas.

Para sexta-feira está prevista uma visita de cortesia à família real no Palácio da Zarzuela, para além de reuniões com o rei, entidades religiosas e professores universitários. Também vai cumprir um encontro oficial com José José Luis Rodríguez Zapatero e presidirá à Via Crucis com os jovens, novamente na Cibeles.

A visita só terminará no domingo.



Fonte: TVI 24 - Portugal

Nenhum comentário: