quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Dom Murilo Krieger e a defesa da vida


Em entrevista concedida para a Paróquia São Luiz Gonzaga, de Florianópolis, Dom Murilo Krieger, Bispo Primaz do Brasil, afirmou que defender a vida do nascituro é primordial na vida sacerdotal.

9) Neste mês o STF avisou que deverá julgar a constitucionalidade ou não do aborto de anencéfalos. Os temas pró-vida são um desafio para os vocacionados?
Dom Murilo: Se alguém pensar em ser padre em busca de elogios, já estará começando errado. Um sacerdote deve, como disse Paulo a Timóteo, falar o que deve ser falado, ensinar o que deve ser ensinado, quer agrade quer desagrade. A doutrina de Cristo deve ser ensinada como ela é, não como muitas pessoas gostariam que fosse. Claro que tal ensinamento não precisa ser feito de forma agressiva. Uma Igreja ou um sacerdote que se acomodasse ao mundo em busca de prestígio, que traísse o Evangelho, que deixasse de defender a vida humana, especialmente a mais frágil, como é a criança no ventre materno, seria um sal que perdeu a sua força, uma luz que não ilumina nada. Para que serviria?
São Luiz Gonzaga - Florianópolis

Nenhum comentário: