domingo, 3 de julho de 2011

Cristofobia: bispos, padres e religiosos assassinados

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – Como sempre, no final do ano, a Agência Fides publica uma lista dos agentes pastorais que perderam a vida de modo violento ao longo dos últimos 12 meses. Segundo os nossos dados, foram assassinados 25 agentes pastorais em 2010: 1 Bispo, 17 sacerdotes, 1 religioso, 1 religiosa, 2 seminaristas e 3 leigos.

Analisando a lista por continente, ainda este ano com um número extremamente elevado, consta em primeiro lugar a AMÉRICA, banhada pelo sangue de 17 agentes pastorais: 12 sacerdotes, 1 religioso, 1 seminarista, 3 leigos. Segue a ÁSIA, com 1 Bispo, 4 sacerdotes e 1 religiosa mortos. Enfim, a ÁFRICA, onde um sacerdote e um seminarista perderam a vida de modo violento.

QUADRO RESUMO DO ANO 2010


Nome e Sobrenome
Nacionalidade
Instituto ou Diocese
Data e lugar de morte
1.
Pe. José Luis Parra Puerto
México
Diocesano
17/2 – México
2.
Pe. Dejair Gonçalves de Almeida
Brasil
Diocesano
16/3 – Volta Redonda (Brasil)
3.
Epaminondas Marques da Silva
Brasil
Leigo
16/3 – Volta Redonda (Brasil)
4.
Luis Enrique Pineda
Colômbia
Coadjutor Salesiano (SDB)
20/3 – Bogotá (Colômbia)
5.
Pe. Román de Jesús Zapata
Colômbia
Diocesano
24/3 – Turbo (Colômbia)
6.
Pe. Esteban Robert Wood
EUA
Diocesano
28/4 - Puerto Ordaz (Venezuela)
7.
Pe. Peter Bombacha
Índia
Diocesano
28/4 – Baboola (Mumbai, Índia)
8.
Pe. Carlos González
Colômbia
Terciários Capuchinhos N.S das Dores (Amigoniani)
07/5 – Manizales (Colômbia)
9.
Pe. Rubens Almeida Gonçalves
Brasil
Diocesano
21/5 – Brasília (Brasil)
10.
Dom Luigi Padovese
Itália
Vigário apostólico de Anatólia
3/6 - Iskenderun (Turquia)
11.
Mário Dayvit Pinheiro Reis
Brasil
Seminarista
4/7 – São Luis (Brasil)
12.
Pe. Joseph Zhang Shulai
China
Vigário geral da diocese de Ningxia
5/7 – Wuhai-Mongolia (China)
13.
Ir. Maria Wei Yanhui
China
Congrega. Diocesana
5/7 – Wuhai-Mongolia (China)
14.
Pe.Carlos Salvador Wotto
México
Diocesano
28/7 – St. Oaxaca (México)
15.
Pe. Herminio Calero Alumia
Colômbia
Diocesano
20/8 – Quintanares (Colômbia)
16.
Pe. Linán Ruiz Morales
Porto Rico
OFM
27/8 – Lima (Peru)
17.
Ananias Aguila
Peru
Laico
27/8 - Lima (Peru)
18.
Julien Kénord
Haiti
Operador Caritas
8/10 – Porto Príncipe (Haiti)
19.
Pe. Josenir M. Santana
Brasil
Diocesano
25/10 – São Luis do Curu (Brasil)
20.
Pe. Wasim Sabieh
Iraque
Diocesano
31/10 – Bagdá (Iraque)
21.
Pe. Thaier Saad Abdal
Iraque
Diocesano
31/10 – Bagdá (Iraque)
22.
Pe. Christian Bakulene
R.D.Congo
Diocesano
8/11 – Mapere (R.D.Congo)
23.
Pe. Bernardo Muniz Rabelo Amaral
Brasil
Diocesano
20/11 – Brasil
24.
Nicolas Eklou Komla
Togo
Seminarista jesuíta (SJ)
5/12 – Kinshasa (R.D. Congo)
25.
Pe. Miroslaw Karczewski
Polônia
OFM Conv.
6/12 – S.Domingo (Equador)

Estado Religioso
Bispos 1
Sacerdotes      17        (14 diocesanos; 1 OFM; 1 OFM Conv; 1 Amigoniani)
Religiosos       1          (SDB)
Seminaristas    2          (1 SJ) 
Religiosas       1
Leigos                         3
Países de origem
Ásia                5          (2 China, 2 Iraque, 1 Índia)
América          16        (6 Brasil, 4 Colômbia, 2 México, 1 Peru, 1 Estados Unidos,
1 Porto Rico, 1 Haiti) 
África             2          (1 R.D.Congo; 1 Togo) 
Europa                        2          (1 Itália, 1 Polônia)    
Lugares da morte
Ásia                6          (2 China, 2 Iraque, 1 Índia, 1 Turquia) 
América          17        (6 Brasil, 4 Colômbia, 2 México, 2 Peru, 1 Venezuela, 1 Haiti, 1 Equador)
África             2          (2 R.D.Congo)
 
Os Agentes Pastorais mortos de 1980 a 2009
 Cidade do Vaticano (Agência Fides) – Segundo os dados em possesso da Agência Fides, de 1980-1989 perderam a vida de forma violenta 115 missionários. Tal cifra é sem dúvida um defeito porque se refere somente aos casos verificados e obtidos notícia.
O quadro resumo dos anos 1990-2000 apresenta um total de 604 missionários mortos, sempre segundo as nossas informações. O número aparece sensivelmente mais elevado em relação à década precedente, todavia devem ser também considerados os seguintes fatores: o genocídio de Ruanda (1994) que provocou pelo menos 248 vítimas entre os eclesiásticos; a maior velocidade dos meios de comunicação em difundir as notícias também dos lugares mais distantes; o cálculo que não diz respeito somente aos missionários ad gentes no sentido estrito, mas todos os agentes eclesiásticos mortos de forma violenta ou que tenha sacrificado a vida consciente do risco que corria, sem abandonar as pessoas que lhes foram confiadas
Nos anos 2001-2009 o total dos agentes pastorais mortos é de 230 pessoas.
ANO
TOT
BIS
SAC
DIAC
IRM
REL
SEM
IVC
CAT
LEI
VOL
1990
17

10


7





1991
19
1
14

1
3





1992
21

6

2
13





1993
21
1C+1
13


4
1
1



1994
26

20

1
4
1




1994*
248
3
103

47
65

30



1995
33

18
1
3
9



2

1996
48
3
19

8
13
1
2
1
1(ct)

1997
68
1
19

1
7
40




1998
40
1
13

5
17
4




1999
32

17


9
4

2


2000
31

19


7
3
1


1
2001
33

25


5
1
1

1

2002
25
1
18

1
2
2
1



2003
29
1
20

1

3


2
2
2004
16

12


1



3

2005
25
1
18

2
3



1

2006
24

17

1
3



2
1
2007
21

15
3
1
1
1




2008
20
1
16

1




2

2009
37

30


2
2


3

* = Os dados referem-se somente ao genocídio ocorrido em Ruanda
BIS: bispos; C: cardeais; SAC: sacerdotes diocesanos e religiosos; DIAC: diáconos; IRM: religiosos não sacerdotes; REL: religiosas; SEM: seminaristas; IVC: membros de institutos de vida consagrada; CAT: catequistas; LEI: leigos; VOL: voluntários; ct: catecúmeno.

Nenhum comentário: