quinta-feira, 2 de junho de 2011

PERU: BISPOS E AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

Lima, 02 jun (RV) - Os bispos do Peru indicam aos fiéis os critérios para a escolha dos candidatos, a poucos dias do segundo turno das eleições de 5 de junho, nas quais os eleitores são chamados a escolher o próximo presidente entre dois candidatos (Ollanta Humala de Ganha Peru e Keiko Fujimori de Fuerza 2011), e representantes do Congresso da República.

Na mensagem publicada pela Conferência Episcopal, os bispos afirmam: “Neste momento decisivo, reafirmamos a vontade da Igreja Católica - cuja principal responsabilidade é pregar o evangelho de Cristo morto e ressuscitado; proclamar a defesa da vida da concepção à morte natural, e indicar o valor da família como célula fundamental da sociedade - a colaborar para o desenvolvimento histórico, cultural e moral do país, como reconhecido pela Constituição do Peru. Nesse sentido, não podemos esquecer que a Igreja Católica realizou, realiza e continuará a desempenhar um papel importante de promoção humana em todos os níveis da nossa sociedade, especialmente entre os mais pobres e nos lugares mais remotos do território do Peru”.

Em sua mensagem, os bispos também dirigiram um apelo aos meios de comunicação: “Apelamos aos jornalistas e meios de comunicação que informem com a máxima responsabilidade, diferenciando a sua opinião da objetividade nas informações. Convidamos a exercerem a liberdade de expressão na imparcialidade e transparência, buscando a verdade, a justiça e o bem comum”.

No final da mensagem, a Conferência Episcopal pede a todos que vivam um clima eleitoral de respeito, tolerância, e concórdia, para facilitar o direito e o dever de votar livremente. O documento é assinado por: Dom Miguel Cabrejos Vidarte, Arcebispo metropolitano de Trujillo e presidente da Conferência Episcopal Peruana, e por Dom Lino Panizza Rocha, bispo de Carabayllo e secretário-geral dos bispos peruanos. (SP)



Fonte: Radio Vaticano - 02/06/2011 11.59.28

Nenhum comentário: