segunda-feira, 6 de junho de 2011

Justiça de São Paulo realiza 59a. Páscoa Forense


Ao final, o desembargador Antonio Carlos Munhoz Soares, proferiu palavras de agradecimento
"todos os domingos precisamos fazer catequese dentro de casa porque é de jovem que a perseverança cresce. No próximo domingo é Dia de Pentecostes; compareçam às suas paróquias e comunguem para elevação da vida espiritual”. 

TJSP realiza a 59ª Páscoa Forense
        Com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desembargador José Roberto Bedran, cerca de 500 pessoas, entre desembargadores, magistrados, servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo e familiares participaram na manhã de hoje (5), no Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça, da 59ª Páscoa Forense.


        A missa, celebrada pelo bispo auxiliar da região Episcopal Belém, da Arquidiocese de São Paulo, dom Edmar Perón, contou com a participação do Coral Vozes de São Paulo e teve a  presença do maestro José Roberto Palonino e da maestrina Dálete Alécio.

         A tradição da Páscoa Forense acontece há mais de meio século, com a celebração de uma missa que conta com a presença de desembargadores, juízes, funcionários e familiares, autoridades estaduais e municipais que se reúnem em torno da Eucaristia. 


        A comissão responsável pela organização da Páscoa Forense é composta pelos desembargadores Antonio Carlos Munhoz Soares, José Geraldo Barreto Fonseca, Zélia Maria Antunes Alves e pelos juízes Marco Fábio Morsello, Paulo Nimer Filho e Airton Vieira.


        ”É com grande alegria que me encontro entre vocês para celebrar junto essa eucaristia. Tenho oportunidade de conhecer essa magnífica casa, e aproveito para cumprimentar a todos em nome do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Roberto Bedran", disse dom Edmar Perón.


        A primeira leitura foi feita pelos funcionários do TJSP, Alexandrina Lourenço, do 16º Oficio Cível Central; a segunda, por Cecília Gagliardi, da 38ª Vara Cível Central, André Nassib Adas Cunha, da 27ª Vara Cível Central, fez a leitura do Salmo Responsorial e Raquel Nicolaev Capelli, da 6ª Vara da Família e das Sucessões Central fez a oração dos fiéis. O orador da cerimônia foi Luiz Gustavo Teixeira Coelho, do Gade - Gabinete dos Desembargadores.


        Das oferendas participaram os funcionários Antonio Lima de Fretas, do 1º Ofício de Acidentes do Trabalho; Rita Regina Lana, do 9º Oficio da Fazenda Publica da Capital; Ana Lucia Pereira Fonseca Monteiro, do Departamento de Execuções da Infância e da Juventude; Antonio Elizio de Araújo, do 2º Oficio de Falências; Zilzon Marcio Silva, do Serviço de Administração do Fórum Hely Lopes Meirelles e Arianna França, do Cerimonial e Relações Públicas.   


        Na oração dos fiéis foi pedida bênção à Família Forense de São Paulo com numerosas vocações de juízes, de promotores e de advogados com elevado saber jurídico, coragem, moral e acendrada probidade, para que possam servir com amor à Justiça e a ela dedicar os seus melhores esforços, em benefício do povo brasileiro.


        Ao final, o desembargador Antonio Carlos Munhoz Soares, proferiu palavras de agradecimento: "todos os domingos precisamos fazer catequese dentro de casa porque é de jovem que a perseverança cresce. No próximo domingo é Dia de Pentecostes; compareçam às suas paróquias e comunguem para elevação da vida espiritual”.


        Dom Edmar Perón encerrou a cerimônia dando benção aos presentes: “Que toda igreja olhe com esperança para esta casa e para os senhores que têm essa missão de buscar a Justiça”, completou.   


             Ao final, o Coral Vozes de São Paulo interpretou Alelluia, de Haendel. 

         O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Roberto Bedran, foi convidado a cortar o primeiro pedaço de bolo  e em seguida foi servido o café da manhã aos presentes.


        Também compareceram à 59ª edição da Páscoa Forenseo secretário dos Negócios Jurídicos do Municipio de São Paulo, professor Cláudio Lembo;  os desembargadores Antonio Carlos Malheiros, Alvaro Lazzarini e Renato Nalini; o juiz assessor da Corregedoria-Geral da Justiça, Carlos Dias Maria; as secretárias do Tribunal de Justiça Lilian Salvador Paula, Diva Elena Gatti da Mota Barreto e Sandra Regina Pereira; o chefe da seção de policiamento e guarda da Assessoria Policial Militar do Tribunal de Justiça, capitão PM Marcelo Henrique Silva, representando o comandante-geral da Policia Militar do Estado de São Paulo, entre outros.   
       
        Assessoria de Imprensa TJSP - SO (texto) / AC (fotos) - 05/06/2011

Nenhum comentário: