quarta-feira, 1 de junho de 2011

Corrupção - Igrejas se unem para apoiar investigações do Gaeco em Londrina


Alexandre Sanches
Na última sexta-feira (27), as igrejas católica e evangélicas - representadas pelo arcebispo de Londrina, dom Orlando Brandes, e pelo presidente do Conselho de Pastores Evangélicos de Londrina, pastor Adilton Silva - emitiram um manifesto ecumênico apoiando as investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no desvio de recursos públicos da saúde no município.
Na manhã desta segunda-feira (30), dom Orlando Brandes falou que pela primeira vez as igrejas católica e evangélicas, num trabalho ecumêmico, se uniram para manifestar contra a corrupção na política londrinense.

"Londrina não tem muito facilidade ecumênica. E conseguimos nos unir, demonstrando que estamos preocupados com os rumos das denúncias de corrupção e de desvio de recursos públicos, deixando milhares de pessoas sem assistência à saúde por conta desses escândalos", comentou.
Durante a visita aos integrantes do Gaeco, os religiosos contaram também com a presença de integrantes da sociedade organizada, como Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) e Sociedade Rural do Paraná (SRP).
"Sempre tomamos posição sobre esses atos que vão contra o bem comum. A toda a sociedade vale buscar a verdade. E apoiamos a investigação do Gaeco em favor da verdade e do bem de Londrina. Não podemos jogar para baixo do tapete esses atos, com as pessoas reclamando da falta de atendimento da saúde, por exemplo", enfatizou.
Manifesto ecumênico
A seguir, o manifesto assinado pela Arquidiocese de Londrine e pelo Conselho de Pastores Evangélicos de Londrina.
"Igreja cristã apoia investigações do Gaeco"
"Os representantes da Igreja Cristã em Londrina - Católica e Evangélica - declaram publicamente seu apoio ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), nas investigaçõpes da Operação Antissepsia, que tem descoberto vários esquemas fraudulentos na saúde pública em Londrina".
"Como Igreja, nosso compromisso é orar e apoiar as investigações, para que toda a verdade venha à tona, independente de quem esteja envolvido".
"a decisão de tornar pública nossa posição não tem nenhuma conotação político-partidária, mas o objetivo de reafirmar nosso compromisso perante a sociedade londrinense e perante Deus, que diz em sua Palavra, na passagem bíblica de 2 Coríntios 13:8: "Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade".

Nenhum comentário: