sexta-feira, 27 de maio de 2011

KIT GAY: ministro Fernando Hadad insiste


Um dia depois que a presidente Dilma Roussef disse que o governo não faz propaganda de tendências sexuais, o ministro da educação diz que KIT GAY será distribuído, ainda este ano, em 6.000 escolas. Leia matéria da Folha.com abaixo.

Novo kit anti-homofobia deve ser lançado ainda neste ano
LAURA CAPRIGLIONE
DE SÃO PAULO
27/05/2011 - 18h20
O ministro Fernando Haddad disse hoje pela manhã em São Paulo que o kit anti-homofobia deverá estar pronto ainda neste ano para distribuição em 6.000 escolas.
Criticado principalmente por parlamentares evangélicos, o material que vem sendo preparado pelo MEC foi alvejado na quinta-feira pela própria presidente Dilma Rousseff, que viu em peças do kit "propaganda de opção sexual".
No mesmo pronunciamento, Dilma aproveitou para chamar para a Secretaria de Comunicação da Presidência da República a responsabilidade final pela aprovação de materiais produzidos por órgãos de governo e que tratem de costumes ou valores culturais.
O presidente nacional do DEM, senador José Agripino, disse nesta quinta-feira (27) que o partido vai propor ações judiciais com o objetivo de devolver à União os gastos correspondentes à elaboração e distribuição do kit.
Ontem, Haddad admitiu que o filmete chamado 'Probabilidade', que versa sobre bissexualidade, tem conteúdo inadequado, por apresentar a situação de um garoto que se descobre bissexual, concluindo que ele teria duas vezes mais chances de encontrar uma companhia do que outro, heterossexual.
Além desse filmete, o kit de trabalho do projeto "Escola sem Homofobia" incluiria ainda outros, sobre transexualismo e lesbianismo, além de um livro de orientação aos professores.
Segundo o ministro, o material anti-homofobia ainda estava em fase de elaboração. Embora já tivesse obtido o aval da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), o kit deveria passar por uma série de críticas técnicas e científicas, antes de ser encaminhado às escolas.
  Fonte:   Folha.uol.com.br

Um comentário:

Emerson disse...

Técnica de desinformação de desvio de foco (não sua,as mas dos defensores do kit), tiraram o foco do horrendo kitgay e querem mover para a questão da barganha. A sociedade toda estava contra, não eram apenas os religiosos, e quem nega isto é cego ou não quer ver.

Enfim meus amigos, a máscara caiu, até mesmo a globo está admitindo que nossas autoridades estavam nos mentindo o tempo inteiro ao dizer que o kit-gay era destinado apenas aos alunos do ensino médio. Como vocês verão nesta reveladora reportagem do jornal O Globo, que parece ter tido acesso aos guias que acompanham os vídeos do kit, não só a idade do público alvo não era a que o MEC vinha tentando nos convencer, mas os exercícios e sugestões de discussões que acompanham o material são altamente preconceituosos e sem nenhuma dúvida teriam um resultado catastrófico em crianças de apenas 11 anos. Espero que isto mostre ao povo que este deve sempre questionar autoridades, que nem sempre estão preocupadas com o interesse da população.

Veja abaixo a matéria completa:

http://www.anovaordemmundial.com/2011/05/o-globo-diferentemente-do-divulgado.html

E para ver todos os CINCO vídeos:
http://www.anovaordemmundial.com/2011/04/video-indignacao-tres-filmes-do-kit-gay.html