domingo, 8 de maio de 2011

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a Criatura"


Na primeira coletiva de imprensa da 49ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizada na tarde desta quarta-feira, 4, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP), o arcebispo de São Luís (MA) e presidente da Comissão Episcopal do Tema Central 1: Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) para o próximo quadriênio (2011-2015), explicou que o documento, a ser aprovado nesta Assembleia, tem o papel de “inspirar” a ação pastoral da Igreja no Brasil.
49ag_dombelisario“As Diretrizes Gerais são uma espécie de plataforma de governo da nova presidência da CNBB. Elas serão fonte de inspiração para a Conferência e para as igrejas particulares de todo o Brasil”, disse o arcebispo. De acordo com ele, as novas diretrizes terão “um texto enxuto inspirado em cinco urgências pastorais: Igreja Permanente em Estado de Missão; Igreja – casa de iniciação cristã; Igreja fonte de animação bíblica; Igreja Comunidade de Comunidades; Igreja a serviço da vida plena no mundo”.
Dom Belisário destacou o primeiro item “Igreja Permanente em Estado de Missão”, como indispensável para a manutenção da essência da vida da Igreja. “A natureza e essência da Igreja é a missão e por isso nas Novas Diretrizes a temática é abordada no primeiro item para que seja fonte ampla de inspiração para a Igreja”, destacou.
Questionado sobre o crescimento de outras religiões e uma possível preocupação da Igreja Católica quanto a isso, dom Belisário ressaltou que a Igreja está concentrada, apenas, no cumprimento da missão deixada por Jesus. “A Igreja é uma das forças sociais que existem. Não é hegemônica e nós não queremos reduzir a mensagem evangélica a produto para consumidores”.
49ag_domdamascenoO anfitrião do evento, o cardeal arcebispo de Aparecida e presidente do Conselho Episcopal Latino Americano (Celam), dom Raymundo Damasceno Assis, falou da alegria de todo o Santuário Nacional em receber a AG da CNBB. “Estamos felizes pela realização da Assembleia aqui, nos braços da mãe Aparecida e já estamos percebendo que os bispos se sentem em casa porque estão na casa da Padroeira do Brasil”, disse o arcebispo.
Sobre o item que aborda a missão permanente da Igreja, nas DGAE, dom Damasceno concordou com as colocações de dom Belisário. “Queremos uma Igreja missionária que vai em busca das pessoas porque essa é sua natureza primeira que responde ao mandato do próprio Jesus Cristo que disse ‘Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a Criatura’”, sublinhou o cardeal. A 49ªAG segue até o próximo dia 13 de maio.

Fonte: 1a. Entrevista 49a. Assembléia Geral CNBB - 04.05.2011

Nenhum comentário: