domingo, 8 de maio de 2011

“Chega de tanto desastre, chega de tantas mortes"

Dom Edney Gouvêa

49ª AG: “As catástrofes continuam e sem ações o problema persiste”, disse dom Edney Gouvêa

O bispo de Nova Friburgo (RJ), dom Edney , presidiu a missa na parte da manhã, no Santuário Nacional. Na homilia, ele lembrou as catástrofes naturais ocorridas no Brasil, no início do ano. À tarde, durante a coletiva com a imprensa, dom Edney pediu para que a população e o Governo não se esqueçam das regiões que foram atingidas pelas tragédias.

O bispo friburguense destacou o trabalho de protagonismo da Igreja de apoio material e espiritual às vítimas, que contou com a força de quase mil voluntários. “Nós já vivemos o luto suficiente. Agora, é preciso recomeçar e a sociedade cobra para que os governantes façam a sua parte”, declarou, ao cobrar soluções do poder público não só na região serrana, mas em várias outras regiões.

Dom Edney começou a coletiva agradecendo o trabalho da imprensa em divulgar e informar a sociedade do ocorrido em Nova Friburgo. Segundo o bispo, somente as imagens do ocorrido puderam demonstrar a magnitude da catástrofe natural que sofreu aquela região do estado do Rio de Janeiro. “Somente em Nova Friburgo (RJ) foram aproximadamente 500 mortos e dezenas de desaparecidos”, disse o bispo.

Dom Edney explicou que as tragédias em Nova Friburgo ocorreram por consequência de vários fatores. “Não havia como prever um fato como o que acometeu o estado. Ações provocadas por esses desequilíbrios da natureza tendem a aumentar. É preciso realizar ações macro para que não tenhamos que lamentar tantos desastres. Controlar as ações da natureza é difícil”, ressaltou dom Edney.

O bispo lembrou ainda que em sua região há pelo menos 200 encostas com risco de desabamento, e pediu para que a ação do Estado comece o mais rápido possível para evitar futuros desastres. “Chega de tanto desastre, chega de tantas mortes”.


Fonte: 2a. Entrevista 49a. Assembléia CNBB - Aparecida - 05.05.2011

Nenhum comentário: