segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pornografia infantil grassa na Internet

Do total de denúncias, pornografia infantil representa 62%

De janeiro a outubro de 2008, 76.675 denúncias foram recebidas pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, das quais 47.711 (62,2%) são de pornografia infantil. Somente no último mês de outubro, a Central Nacional recebeu 5.589 denúncias de pornografia infantil na Internet contra 3.184 denúncias no mesmo período em 2007.

Durante o primeiro semestre de 2008, foram registradas 27.876 denúncias de pornografia infantil em páginas e comunidades na web. No igual período de 2007, o número de denúncias de abusos contra crianças e adolescentes foi de 14.465. No comparativo entre os dois períodos, portanto, o crescimento é de quase o dobro.

Do total de denúncias, cerca de 90% são referentes a conteúdos publicados no Orkut, rede de relacionamento da Google. As denúncias são recebidas, processadas e encaminhadas para o Ministério Público Federal, autoridade parceira da SaferNet desde março de 2006.

Os relatórios de denúncias recebidas pela SaferNet também estão subsidiando os trabalhos da CPI da Pedofilia, no Senado Federal, e da Polícia Federal. Desde que foi criada a Comissão Parlamentar de Inquéritos, em março deste ano, a CPI já quebrou o sigilo de 21.591 álbuns privados do Orkut. Esta lista foi gerada e fornecida à CPI pela SaferNet Brasil, após requisição pela Comissão Parlamentar.

As estatísticas da Central Nacional de Crimes Cibernéticos estão disponíveis para consulta pública em nosso portal: www.safernet.org.br, área "Indicadores". Qualquer pessoa pode selecionar o período de análise e o tipo de crime contra os Direitos Humanos na Internet. Nosso sistema não só apresenta números, como permite visualizar a disposição destes por meio de gráficos.

                     Total de Denúncias                 Total de Pornografia Infantil
Janeiro               6355                                                   3679
Fevereiro           6537                                                   4021
Março               6098                                                   4241
Abril                  6819                                                   4380
Maio                  7828                                                   4993
Junho               10426                                                   6562
Julho                10205                                                   5975
Agosto               7230                                                   4019
Setembro           6979                                                   4252
Outubro             8198                                                   5589

Fonte: SaferNet Brasil / 2008

*Sobre a SaferNet Brasil* A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com atuação nacional, sem fins lucrativos e econômicos, fundada em 20 de dezembro de 2005 por um grupo formado por cientistas da computação, professores, pesquisadores e bacharéis em Direito.

A SaferNet Brasil criou a Central Nacional de Denúncias, que opera em parceria com o Ministério Público Federal, para oferecer o serviço de recebimento, processamento, encaminhamento e acompanhamento on-line de denúncias anônimas sobre qualquer crime ou violação aos Direitos Humanos praticado por meio da Internet.

O serviço atende os rígidos padrões técnicos e operacionais fixados pelos organismos de padronização e certificação internacionais.

A Central Nacional de Denúncias é única na América Latina e Caribe, e recebe uma média de 2.500 denúncias (totais) por dia de crimes como Ponografia Infantil ou Pedofilia, Racismo, Neonazismo, Intolerância Religiosa, Apologia e Incitação a crimes contra a vida, Homofobia e maus tratos contra os animais. Para realizar este trabalho, foi desenvolvido um sistema automatizado de gestão de denúncias, baseado em Software Livre, que permite ao internauta acompanhar, em tempo real, cada passo do andamento da denúncia realizada por meio da Central Nacional de Denúncias.

Do total de denunciantes, 99% escolhe a opção de realizar a denúncia anonimamente. E ao 1% restante é garantido total e completo anonimato.

Nenhum comentário: